No Brasil, quase 90% dos negócios e empresas são “familiares”. A empresa começa do zero e cresce, passando de microempresa até uma multinacional. Queremos destacar que, independente do tamanho da sua empresa, é essencial fazer um  planejamento de sucessão familiar de longo prazo. 

Acredito que se você tem uma empresa familiar, a pretensão é deixar tudo nos mínimos detalhes para que o futuro da empresa continue nas mãos da família. Para isso, é essencial montar uma planejamento! 

Sucessão familiar

Basicamente, a empresa familiar vem de uma origem: a família. Nas empresas familiares os integrantes atuam profissionalmente na administração, na contabilidade e na organização. Sempre tem o “chefe” da família, aquele que iniciou a empresa e que um dia sonha em passar seu legado de geração para geração. Portanto, sucessão familiar empresarial pode ser entendida como o processo de “passar a empresa ou o negócio de pai para filho”. 

Quando começar a sucessão? 

Sabemos que não é fácil trabalhar em família, pois muitas vezes os conflitos acabam tomando conta do primeiro plano e os problemas da empresa aumentam a cada dia e ficam pra depois. A sucessão deve ser planejada muito antes da urgência, não deve ser de última hora. Se você já tem em mente que daqui uns 5 ou 10 anos vai “passar a bola”, é melhor fazer isso já! 

Todo planejamento consiste em etapas, como tudo na vida. Tais etapas devem ser ajustadas e monitoradas para que chegue ao fim funcionando perfeitamente. O ideal é sempre ter como objetivo o mercado para os próximos anos, pois assim fica mais fácil traçar metas e focar no objetivo. 

Como escolher um sucessor?

De longe este é o processo mais difícil, pois imagine que você tem 5 filhos e todos querem tomar a frente da empresa. Pois bem, para decidir isso você deve deixar de lado a emoção e focar no que realmente importa: o futuro da empresa e, por consequência, o futuro da família.

 A sugestão que podemos dar é que não tome esta decisão sozinho, conte com a ajuda de um advogado especializado e experiente para te auxiliar, pois uma pessoa “de fora” consegue analisar os problemas de uma forma mais profissional. 

Com uma pessoa especialista em sucessão familiar as funções de cada membro da família serão delineadas e atribuídas conforme os pontos fortes de cada um. É importante que todas as etapas sejam vistas a curto, médio e longo prazo para assim fazer os ajustes pertinentes e a gestão ser a melhor possível. 

Transferência garantida

Para ter a garantia de uma boa transferência, os números são muito importantes. Tome um tempo para fazer os cálculos do custo tributário e quanto gastará para fazer a transferência de patrimônio. 

Além do mais, é essencial que o gasto com o processo volte em forma de lucro nos próximos anos. Se você quer ter a certeza de que fará uma boa transferência, acompanhe o processo por inteiro, pois a presença efetiva do “dono” é de extrema importância. 

Ficou com dúvidas de como planejar uma sucessão familiar na sua empresa?  Deixe o seu comentário, será um prazer orientá-lo! Entre em contato pelo WhatsApp através do link http://bit.ly/2WP6I1X